1 – Correspondência Ampla Modificada

A grande diferença em relação à ampla é que a ampla modificada dá mais controle sobre quais consultas de pesquisa correspondem as suas palavras-chave. Na ampla, se você incluir as palavras-chave plano de dieta de baixos carboidratos, o seu anúncio será exibido para as pesquisas:

  • alimentos livres de carboidratos
  • dietas de baixos carboidratos
  • receitas de baixas calorias
  • Planos de dieta mediterrânea
  • Programa de dietas de baixos carboidratos

Já na correspondência ampla modificada todas as palavras com o símbolo de adição (+plano +de +dieta +baixos +carboidratos) deverão conter na busca, não importa a ordem. Variações aproximadas como singular, plural, erros de português , abreviações e acrônicos também valem. Sinônimos (como “casa” e “moradia”) e pesquisas relacionadas (como “sapatos” e “botas”) não são considerados como variações aproximadas.

2 – KYD – Dynamic Keyword Insertion ou Inserção Dinâmica de Keywords

KYD uma funcionalidade que permite inserir automaticamente uma keyword que faz parte do Grupo de Anúncios sempre que alguém pesquisar por esse termo. Por exemplo, se alguém procurar por “bolsa de couro” ou “bolsa neon” e estas palavras estiverem presente no Grupo de Anúncios, elas aparecerão no anúncio exibido na SERP. Apesar de usarem a KYD mais no título, ela pode ser usada várias vezes e em qualquer lugar no anúncio, inclusive na url.

É só inserir {KeyWord:Bolsas Femininas} no anúncio e, se o usuário pesquisar por uma palavra-chave inexistente no Grupo de Anúncios, aparecerá “Bolsas Femininas”. E, se contiver, aparecerá a palavra-chave pesquisada, “Bolsa de Couro”, por exemplo. Pesquisas mostram que se o anúncio contiver a palavra-chave pesquisada, o CTR é maior.

3 – Palavras-chave com índice de qualidade menor ou igual a 3 não serão exibidas

Um dos fatores para o Google definir qual o CPC da palavra-chave de sua campanha é o Índice de Qualidade. O IQ leva em consideração a sua palavra-chave, o texto do seu anúncio e sua página de destino. Logo, quanto maior o Índice de Qualidade, menor será seu CPC. E quando o IQ é menor ou igual a 3, o Google entende que este não é um anúncio relevante para o usuário, por isso, não o exibe.

Atualização: Segundo o @GoogleAdwordsBR, “depende muito da situação e da conta, não há um número certo” de IQ para o anúncio ser exibido ou não . Nas minhas campanhas, IQ 3 não é exibido mas, conforme relatado nos comentários deste post, são exibidos em campanhas de outros profissionais. 

4 – Google Adwords Editor

Use o Adwords Editor quando quiser copiar uma campanha inteira. Por exemplo, você criou uma campanha de Rede de Display com várias segmentações e não quer perder tempo criando uma nova nova campanha? No Adwords Editor é muito fácil! É só clicar na campanha, copiar e colar!

5 – Acompanhar o Funil de Conversão do Google Analytics

Essa é uma das dicas mais importantes. Como você deve saber, há uma diferença entre o Funil de Conversão x outros relatórios do Google Analytics e entender como o Google Adwords influencia os outros canais, saber se os usuários clicam no Adwords e convertem ou se acessam outros canais para completar a conversão é extremamente importante. O Funil Multicanal também mostra quais palavras-chave, grupos de anúncios e quais campanhas converteram ou deram assistência para alguma conversão. Às vezes, uma palavra-chave não converte diretamente, mas dá assistência para outros canais converterem. Por isso,  mesmo aparecendo zero de conversão no Google Adwords,  esta é uma palavra-chave que não deve ser excluída.

6 – Importar dados do Google Analytics para o Adwords

Após vincular o seu Google Analytics ao Adwords, você ativar novas colunas no Adwords:  número de  Taxa de Rejeição, Duração Média da Visita, Páginas/Visita e % Novas Visitas do Google Analytics que serão exibidas junto com as outras métricas do Google Adwords. Isso é muito importante, pois você pode saber o que o usuário faz após o clique. Por exemplo, uma palavra-chave pode ter uma Taxa de Cliques muito alta, porém ter uma alta Taxa de Rejeição também. Logo, esta palavra-chave deve ser analisada e talvez, excluída.

7 – Analise os horários com maior e menor ROI

Nem todas as campanhas funcionam bem em todos os horários, ainda mais de madrugada. Geralmente, na madrugada, há mais cliques desqualificados e não vale a pena deixar a campanha ativa gastando verba. Direcione sua verba para os horários em que há mais venda e desative sua campanha nos horários em que o ROI não é satisfatório.

8 – Fique atento aos fatos offline

Fique atento não só às datas comemorativas, mas a tudo o que acontece no seu nicho. Tudo pode influenciar a sua campanha de Google Adwords e também outros canais. Muitos sites de produtos esportivos fazem anúncios estratégicos quando há final de algum campeonato, por exemplo. Estar preparado para diversas situações é o que faz a sua campanha vender mais!

Uma coisa boa do Google Adwords é isso, em minutos a sua campanha está no ar! 😉

Quer aprender mais sobre Links Patrocinados e SEO?

Inscreva-se no Curso de SEM. Serão 48h com as principais técnicas para um projeto de sucesso!